Publicado por: - TCZ - | quarta-feira, 11 outubro 2006

Oh, obrigado!

[Ouvindo These Walls do Dream Theater. Apesar da crença popular eu gosto do Octavarium que, segundo a crença popular, é o melhor album do Dream Theater… wtv]

* * *

Well mein freunds, leitores desse espaço virtual de liberação de idéias, devem estar estranhando eu, #0, estar postando. Bem, realmente não era o planejado, mas o #1 ficou de foguinho (a birra não o personagem) e eu decidi postar para manter uma espécie de “pontualidade” de atualizações (hahahaha… ).
Vamos lá, primeiro atualizações da minha vida (se é que alguem quer ler sobre isso)
– Estou de recesso, de pseudo-férias.
– E ele está me matando pouco a pouco de TÉDIO.

[SCENE MISSING] [SCENE MISSING] [SCENE MISSING]

– E provavelmente me foderei com a inscrição on line em disciplinas na faculdade porque sou preguiçoso demais até para me salvar…
– E ja que não saio muito de casa estou aproveitando para engordar, cultivas espinhas e ver como fico com pseudo-bigode-de-uma-semana.

Mas fora isso tudo bem.

Agora ao post de hoje.

Estavamos no onibus eu e minha mãe, ai eu como bom cavalheiro que sou deixei que ela descesse antes de mim na hora de desembarcar (Sempre achei “saltar” meio ruim, então n vou usar aqui), porém uma coisa me chamou a atenção, ela disse “Obrigado”para o motorista antes de descer. Claro que não era a primeira vez que a ouvia dizer isso para o motorista mas foi a primeira que me deu o Estalo (assim com letra maiúscula mesmo): pessoas todos os dias dizem “obrigado” nas situações mais banais. E mais, dizem mesmo sem se sentir de fato agradecidas. Acho que as pessoas esqueceram o que a palavra “Obrigado” significa.
Quando eu perguntei a ela depois de sair do Onibus porque tinha agradecido ela soltou um “porque sim” ou coisa do tipo. Eu sinceramente não agradeço afinal paguei a passagem, no dia em que viajar de graça passo a agradecer.

Mas você tem que agradecer pela viagem ter sido segura, por não ter ocorrido nenhum acidente – bem caso ocorresse um acidente, o motorista provavelmente também morreria, então não há mérito nisso, nada a agradecer. E mesmo que sobrevivesse seria legalmente responsabilizado e mais uma vez sem necessidade de agradecimentos. Então a segurança da viagem nada mais é que a própria segurança do motorista.

E não só em onibus, mas como também em estabelecimentos comercias em geral. Parece que você precisa agradecer por estar gastando seu dinheiro na loja do cidadão, isso não faz sentido.

Ainda acho que o motorista deveria me agradecer.

Na mesma familia esta o bom dia aos porteiros e ascensoristas, mas em menor escala (em certos casos vê-los todo dia dá certa familiaridade, por muitas vezes até sincera)

Bem ai está porque eu não agradeço nem motoristas, nem caixas de supermercado, nem ninguém que de fato não tenha me prestado algum favor.

* * *

Termino o post mais uma vez contando com a compreensão de vocês leitores (todos os quinze, menos que os do Agamenon) porque tive que preparar o post rápido devido a leviandade (palavra da moda agora) do #1. Achei a idéia na privada, talvez daí o porque do resultado ter sido como foi…

E peço a também que todos usem a imaginação para visualizar os “* * *” ao longo do post no meio da página.

Até o próximo fim de semana, com o #2 continuando sua história (que estou torcendo para ter Zumbis, sangue e uma Serra-elétrica!!!!)

[Ouvindo Blind Faith ,do Dream Theater novamente. Novamente a banda não a música. Ah vocês entenderam!]

….. se não tiver serra-elétrica pode ter um cortador de grama então……

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: