Publicado por: - TCZ - | domingo, 17 dezembro 2006

PPP – Perfeição perfeitamente perfeita

[Ouvindo 914 – Liquid Tension Experiment. O LTE é uma banda de Metal Progessivo Instrumental composta de tres quintos do Dream Theater (a saber: Jordan Rudess, Mike Portnoy e John Petrucci) mais um baixista lendário (Tony Levin do King Crimson). Mto interessante, bom pra por de BGM]

Prova amanhã. Que ótimo, assunto precariamente interessante e um professor didaticamente incompetente… Uhuuul
Churrasco ontem. Que perfeito, não faltou nada mesmo (quando continuarem a ler fica mais claro esse “Perfeito” ai) Bom para espairecer.
Show do Angra anteontem. O Canecão é um lugar muito brega, parece um cinema antigo. Talvez tenha sido essa mesma a idéia, talvez não. Frisa central, mas morrendo de vontade de pular na pista… veremos na próxima. Fui Milton Nascimento por um dia ^^ (Um dia explico isso melhor, ou não)
E composição de post hoje… ^^’… espero que fique bom pelo menos.

(Ta eu sei que comecei dum jeito não-habitual, mas é que deu vontade… compenso no posfácio)

************************************************************************

“Diah perfeituuuuuuu”
“Fotu perfeitaaaaaaah”
“Mulher perfeita”

O que essas expressões tem em comum?
Bem as duas primeiras estão escritas no mesmo dialeto (“Miguxês” segundo alguns), mas e a terceira? O observador sagaz percebe que o que há em comum entre elas é a utilização de “perfeito”. Principalmente na Internet observo usarem essa palavra inumeras vezes, independente do usuário. Também a usam (menos e com o signicado um pouco diferente) no dia-a-dia. Volta e meia você ouve essa palavrinha por ai… pena que poucas pessoas saibam o que dizem.

Tende-se a ter por “Perfeito” algo que é “Melhor”, superior ao resto. Algo que lhe agrada mais que as demais coisas… quando se diz como no exemplo acima que a “foto é perfeita”, está se dizendo que ela saiu muito boa, superior as demais; Quando então se diz que o dia foi “perfeito”, quer dizer que o dia foi excepcional, marcante, bom a ponto de você não esquecê-lo tão cedo; E quando se diz que alguém é “perfeito”, significa usualmente que para aquele que promove o elogio, que o elogiado é digno de admiração e por vezes, desejo.

Mas e caso a alguém que diga o primeiro exemplo, o da foto, apresente outra foto com as mesmas condições da primeira, mas figurando algo bem desinteressante (como digamos, uma parede) a pessoa não dirá que ela é “perfeita”. No caso do segundo, o do dia, dessa vez apresentemos outro exemplo de dia corriqueiro e sem graça, onde nada de especial acontece, e pedimos qual a opinião do “proferidor de exemplos”, difcilmente receberemos “Perfeito”como opinião. No terceiro caso, igualmente, se pomos o “proferidor” diante de outra pessoa, com braços pernas e todo o resto, e perguntamos se ela é perfeita acho que receberemos um não.

Acho que alguns de vocês já sacaram.

Todos as minhas réplicas aos exemplos são pertinentes, e aplicáveis.
E
stou criticando nem tanto a banalização da expressão como fiz em outro post, mas sim uma coisa bem pior. O outro lado do palavrório popular.

“Perfeito” a rigor, é forma verbal do verbo “perfazer”. Perfeito é algo que está completo, que não falta nada. Que tem tudo o que os outros tem, nem mais nem menos.

Então, para os exemplos acima a pessoa do exemplo inicial deveria ter dito que a foto, com as memíssimas condições técnicas que a “perfeita” igualmente é perfeita, afinal nada lhe falta com relação a outras fotos. Mesma coisa no que diz respeito ao dia (dias perfeitos, completos, precisam de vinte e quatro horas) e à pessoa (Braços e pernas em pares, e todos os componentes restantes). Claro que se pode alegar, que no caso dos objetos do exemplo havia algo a mais neles, que não há nos outros, que os torna “Perfeitos”. Um afeto especial, algo pessoal vindo daquele que faz o juizo… mas se assim é, então o objeto é mais que perfeito, pois tem coisas a mais do que deveria ter.

Mas o que quero abordar com esse exemplo rústico não é o vocábulo “Perfeito”, que afinal pode sim ser usado no sentido que critiquei, mas sim que na maioria das vezes as pessoas usam certas palavras sem ter a menor idéia do que significam. Por exemplo, uma que acabei de usar: “crítica” que a rigor, significa “análise”. Alias, até a palavra “análise” também a rigor significa outra coisa.
Outro bom exemplo que sempre me ocorre é “Medíocre”, que significa “Comum”. Nunca foi nem deveria ser prejorativo (exceto nos casos onde ser comum é ruim).

Por vezes, você diz coisas que não tem idéia do que signifiquem. Claro que o significado real pode ser mesmo o do uso corriqueiro, afinal a língua que realmente vale é aquela que se diz, e não a que está nos livros, mas mesmo assim acho que se todos pensassem no que dizem seria muito mais interessante e proveitoso para todos.

Ou não

*********************************************************

Compensando…
Olá para todo vocês! Como estão?
Espero que bem.

Bem, feliz ou infelizmente recuperei parte da minha sanidade perdida nesse fim de semana. Deu pra espairecer com tres das minhas coisas preferidas nesse mundo: meus amigos, música e comida. Em qualquer ordem tá válido.

No mais o post foi razoável, tirando o fim que ficou uma droga porque interrompi a composição pra conversar no msn e ir ao banheiro. Quando voltei o post já tinha ido embora.
Mas espero que tenham apreciado!

No mais é só isso. Desculpem os adoradores das paredes, mas minha opinião é minha opinião e tenho dito!

See ya

[Ainda ouvindo LTE, mas agora uma chamada Universal Mind. Mto bacanildo mesmo.]

[POST UPDATE]

[Se der procurem no YouTube por um cara chamado Dave Elsewhere. ]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: