Publicado por: - TCZ - | segunda-feira, 25 dezembro 2006

Let it snow baby, let it snow…

[Ouvindo o NerdCast do Jovem Nerd. Ouçam também! Muito bom!]

Olá todo mundo, como vão todos? Espero que bem.
Má digestão pela ceia do feriado?

Hmm que bom hein?

Bem, meu feriado foi bom. Ganhei presentes e não dei nenhum, matei saudades e não matei saudades. Tudo o que um feriado comercial pede.
Estamos em recesso na faculdade e isso devo dizer e muito bom e ruim ao mesmo tempo, bom porque estando muito cansado qualquer descanso e bem vindo, ruim porque acabei me acostumando a ficar em atividade constante: já na décima terceira hora de descanso na quinta feira, estava desesperado por achar uma atividade qualquer. Mas consegui me dominar e prometer a mim mesmo que só faria alguma coisa passado o feriado, ou seja amanhã.
E até agora consegui cumprir.

Estou assaz desmotivado a escrever aqui ultimamente pois perdemos muitos de nossos leitores fiéis. De dezessete, baixamos a quatro. Terrível.
De todo modo, vou escrever aqui nas datas previstas. (Hoje escrevo numa segunda excepcionalmente por causa do Feriado.)
Até o posfácio

* * *

É NATAL!!!

Vamos fazer tudo que há para se fazer!

Vamos sacrificar um Touro! Cortar o pescoço dele e deixar o sangue escorrer em um poço e louvar o ressurgimento do deus Sol, o Sol Invictus, Mitra!
Vamos louvar o Solstício do dia vinte-e-um!
Vamos cultivar a alma de Nimrod (sim aquele da Torre de Babel) presa no pinheiro de Natal! Nimrod, que aniversaria no vinte-e-cinco de Dezembro!

. . .

Hahahaha, desculpem eu não resisto. Adoro incongruências que ninguém se apercebe.

Bem senhoras e senhores, então é Natal! E o que você fez? (Ai meu deus…. essa música nãããããão… )

Aposto que fez uma promessa! Todo mundo faz promessas!

Natal na minha singela opinião é o nosso feriado mais estranho que temos depois do Halloween, porque assim como esse último (que graças a Deus não é oficial) não pertence a nossa cultura.

Por todo lado vemos a decoração natalina que mais parece um setor de arquibancada do fluminense. Vemos por aí muito vermelho, muito verde, muita neve, muitos bonecos de neve, trenós e renas…

BONECOS DE NEVE? NEVE? TRENÓS??

Acho que nem precisa dizer mais nada. BELO referencial que temos para essa tão querida festa para os lojistas (que no fim são quem se beneficia) QUANDO meu amigo, você já viu neve na sua vida? E quando andou de trenó? Caso tenha respondido afirmativamente alguma das duas, desculpe mas você faz parte dos menos de dez porcento da população brasileira que não contam agora.
Todo o referencial da festa é estrangeiro, tornando o Natal algo alienígena para nos.
Quer mais? O símbolo vivo do Natal, PAPAI NOEL (Eu disse VIVO…)

Um velhinho simpático, de BOTAS, ROUPA PESADA VERMELHA E BRANCA e FEIÇÕES EUROPÉIAS… grande identificação

Filmes americanos sobre a magia natalina, propagandas da coca-cola… o que sobra no fim é a referência religiosa que, me perdoem os fiéis, não serve lá de tanta coisa Primeiro porque o aniversariante importante da data nasceu uns seis, sete meses antes da mesma. Segundo que o que é bom mesmo, os PRESENTES, não tem tanto foco na religião.
Acaba que o Natal passa como uma data que nos é alheia, que “aqui não existe o natal”, que tudo isso é algo que ocorre em lugares com neve onde pinduram-se meias numa lareira e quando um velho vem pela chaminé e põe presentes em baixo dum pinheiro natural (sim natural… até isso é anormal. Claro, todo mundo tem um pinheiral nos fundos de casa… )

Por essas e outras que o Natal é imbecil.

Mas alguma coisa acontece no Natal sem dúvida
Seja porque isso foi enfiado nas nossas cabeças, seja porque é fim de ciclo onde todos tentam se reconciliar por suas faltas e por isso aspiram a ser melhores consigo e com o proximo, ou então seja porque todo mundo aproveita para fazer coisas legais no fim do ano porque acha que TEM que fazer algo bom no ano e o mesmo já esta por acabar, todo mundo fica mais feliz no Natal.
O espirito de confraternização e palpável até, acho que posso cortar uma fatia do mesmo e servir na ceia junto com a minha pizza de pobre com tubaína.

ISSO que acho que é valido.

Não tem como, mesmo o mais insensível ser nessa terra, não ficar, nem que seja um pouco, com o coração amolecido. Depois de assistir aqueles filmecos clichês, não tem quem não fique nem um pouquinhozinho só consternado e com vontade de ser legal com as pessoas.
Por isso acho que o Natal ainda tem salvação. Talvez os antigos pagãos sabiam disso, que o Natal foi construido sobre um cimitério indígena onde eram enterrados os indios mais bonzinhos, por isso ficamos todos imbecis no fim do ano.

Sejam legais uns com os outros e feliz vinte-e-cinco-de-Dezembro a todos!

See ya

* * *

Bem gente, esse foi o post especial de natal desse ano
Realmente o Natal não é uma festa nossa, mas o assim chamado “espirito natalino” talvez seja inerente a cada um de nos. Isso e que tem valor. Mas eu não reclamo se alguem quiser enriquecer um vendedor ou dois e me dar presentes!

(Esse post foi meio que uma resposta ao meu amigo Yumejin que fez uma critica ao Natal no Oroborosai) (ali do lado, cliquem e leiam também)

Espero ter deixado claro minha idéia

Feliz 25/12 para vocês
Até semana que vem com uma análise do Ano novo ^^

[Escutando Whispers – Symphony X. Mto bom, segundo cd deles mas que p mim é como se fosse o primeiro. O com o outro vocalista não conta.]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: