Publicado por: yumejin | domingo, 7 janeiro 2007

No pain, no gain

[Ocorreu-me que textos ficam mais decentes com uma figura… então…]

Eu tentei me lembrar da expressão correspondente em português, mas não fui capaz de pensar em nada.

Ao assunto principal, então…

Uma das coisas mais importantes que a minha mãe me ensinou, ao meu ver, é esse conceito. Sem suor, não se consegue nada. Sem esforço, não há ganho.

Simples, como todo bom conselho deve ser… exceto que, aparentemente, muitas pessoas sãosimplesmente inaptas a compreender este complexo e misterioso conceito.

Milhares e milhares de seres humanos estão, neste exato momento, olhando para os céus, para um altar, para o chão, para o raio que lhes parta, pergunta, ó dor, por quê eles não têm o que merecem, por quê os poderes superiores não os ajudam, em uma atitude desesperada e patética.

Por que será, Deus, que eu não ganhei na loteria, tendo rezado para isso toda noite, antes de dormir? Por quê, universo, não captei as boas vibrações e quem recebeu a promoção para gerente foi aquele babaca antipático? Por quê, em nome de tudo que é mais sagrado, eu não tenho sucesso no que faço?

A resposta poderia muito bem vir nesse provérbio inglês, no pain, no gain. Muita gente parece querer apenas esperar que dinheiro, glória e um pouco de vodka caiam dos céus a qualquer momento. E enquanto não caem, reclamam aos cinco ventos e para o incauto passante que calhar de escutar que o mundo é injusto.

Reclamam, reclamam… mas não se movem. Não agem para mudar nada. Só esperam, como moscas aguardando o momento de morrerem no monte de podridão em que pousam eternamente. Insetos doentios, ridículos, sem significado ou razão de ser e existir, um erro na ordem natural do caos.

A culpa por uma falha não é, principalmente, de mais ninguém senão da pessoa que falhou. Nisso, eu acredito firmemente. Os culpados da derrota são os vencidos.

É verdade que, às vezes, imprevistos acontecem e inúteis recebem recompensas imerecidas? Sim, é. É justo que existam pessoas que trabalham a vida inteira apenas para serem enterradas em uma cova rasa, sem jazigo, sem lápide, sem flor? Não é justo, mas é o que acontece. Então, onde entra o provérbio nessas horas?

Acontece que ninguém disse que a vida é justa no sentido humano da palavra. Acasos acontecem e “injustiças” ocorrem. Mas não são a regra.

À sua frente está uma máquina mágica de dinheiro. Ela funciona da seguinte forma: o botão da direita, vermelho e chamativo, recompensa quem o aperta com R$ 10.000,00 uma a cada mil vezes. O da esquerda, cinza e comum, recompensa com R$ 150,00 quem o pressiona setenta e nove a cada oitenta vezes. Você só poderá usar a máquina cinco vezes… qual escolha vai fazer?

Metáfora simplória, admito, mas acredito que eficiente para o propósito da explicação. Pode-se tentar a sorte grande… você tem 0,5 % de chance de receber R$ 10.000,00 se tentar cinco vezes o botão vermelho. Mas se forem no cinza, aproximadamente 188 de cada 200 pessoas [94%] receberão R$ 750,00 ao confiarem nele.

Resultado garantido é o esforço, mesmo que seja apenas a lição para a próxima tentativa. Já esperar… bem, você vai ter bastante gente pra concordar que a vida não é justa e que vocês nunca ganharam o que deveriam pelo tanto que fizeram… Sua opção.

Anúncios

Responses

  1. Realmente
    Todos querem coisas e mais coisas mas esquecem que algo sempre tem que ser dado em troca. É uma das leis básicas da natureza.
    Mas todo mundo esquece isso, claro sempre é melhor receber do que dar, ao contrário do que diz o provérbio.
    Citando Marcelo Cassaro (um pouco para te irritar) sempre que fá alguma vantagem é preciso perdas. Assim a quantidade de pontos fica equilibrada (LoL)
    Assim sendo, ótimo post. Mais parecido com as coisas que gosto (e que escrevo), saindo um pouco do campo literário e passando pela vida cotidiana.
    Keep da good work!

    Ah, lembrei de outra expressão que mostra isso muito bem: “Touka Koukan”
    ^^

  2. Oie!! Boa noite…Ou, Bom dia! sei lá.. vc nao me conhece, e nem eu a vc! mas, eu estou no msn, conversando com um amigo seu, o TCZ! ele estava me ajudando a entender umonte d coisas, da minha propria vida, e, o melhor disso tdo eh, q se eu somasse tds as vzs q já falei com ele, nao daria nem duas hs…rs.. e ele tava ajudando mto, d verdade!! e, só p completar, ele mandou esse link e disse q esse post lembrava a nossa conversa!! e putz, sem noção de como esclareceu mta coisa p mim… suas palavras, a forma como vc escreveu, a moral da estoria! Enfim… tdooo!! me fez repensar umonte d coisas, me ajudou a ser mais feliz, pq eu sou mais feliz, qdo consigo entender oq devo fzr… achu q to viajando mto já! rs mas, era isso… queria agradecer pelo post e elogiar… tah Foda! nao saio mais dakii!!
    =]
    Bjinhus, Tamires!

  3. Bom texto, ótima reflexão!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: