Publicado por: - TCZ - | segunda-feira, 5 março 2007

Orcas

[Escutando… parte da minha “família” por parte de pai (um tio, sua mulher, seu filho vestibulando que veio pro Rio prestar uma prova e um amigo dele) conversando sobre o Big Brother. Isso aqui está parecendo um albergue… Sem as gringas gostosas.].

 

 

Deveria ter começado esse texto ontem, mas tinha coisas mais urgentes pra tratar. (jogar videogame, assistir animes, esse tipo de atividade… “intelectual”). Por isso o texto ficou menor que eu pretendia… Mas é melhor um texto mais ou menos e curto que um texto bom e longo, afinal, ninguém lê textos longos na internet.

. . .

 

 

 

 

Deve ser chato ser uma orca… Bom, talvez seja melhor que ser uma sardinha, mas enfim… Três coisas que me incomodam nas orcas:

 

1) elas têm uma suposta inteligência… Que é usada para fazer truques idiotas. Isso por que…

 

2) elas se deixam adestrar por seres mais fracos (e ainda mais idiotas) que elas, os homens. E, ainda por cima,

 

3) São chamadas de baleias (orcas NÃO são baleias; são, huh… golfinhos gigantes. Sério.), temidas como tubarões e tratadas como cachorros!

 

Me incomoda o fato de um dos animais marinhos considerados mais inteligentes ter sua suposta inteligência definida pela sua capacidade de obedecer a comandos simples de um outro animal supostamente superior (por ser aquele que dá as ordens… o fato dessas ordens se tratarem truques idiotas talvez deponha contra essa suposta racionalidade, de qualquer forma…). Bom, elas ganham seu peixe com isso, então talvez não sejam tão burras assim, afinal.

 

O pior é que, apesar de servirem de atração de circo, esses bichos ainda são estrelas de cinema bastante versáteis… Afinal, o monstro assassino vingativo do “triller família” Orca, a Baleia Assassina é bastante diferente do animalzinho de estimação daquele moleque do filme igualmente clássico, dessa vez do gênero “sessão da tarde”… Sim, não dá pra falar de orcas sem lembrar de Free Willy!

 

Essa variedade de papéis é um reflexo da dificuldade de se classificar criaturas que são ao mesmo tempo inteligentes, para os padrões animais, perigosas, por serem predadoras por natureza e caçarem outros cetáceos imaturos o bastante para serem devorados, e ao mesmo tempo mansas e obedientes, se adestradas adequadamente… Mais ou menos como certas mulheres.

 

(certas, prestem atenção… Não sou temerário a ponto de arriscar minha vida criticando os seres no topo da cadeia alimentar).

 

PSP: E com isso encerramos nossa infame trilogia dos lendários animais azuis! Hã, que, orcas são pretas e brancas? Mas debaixo d’água ficam azuis! É, isso. Não encham!

 

NDS: Ah, a maldição… Não que alguém tenha cobrado, mas eu faço questão de responder… Semana que vem, porque agora estou com preguiça. Até. E tenham cuidado com os hipopótamos e orcas assassinos… E com as galinhas voadoras, que podem ser mais perigosas que pombos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: