Publicado por: Mr.Balboa | segunda-feira, 13 outubro 2008

Crivella, Gabeira, Paes, Ronaldo Medeiros, Mustrangi…até onde vai a verdade? – parte 1

Muito tempo que eu não escrevia um post mais sério. Antes que o yumejin, na sua ranhetice venha reclamar que não se escreve sobre coisas sérias (não é TCZ?), resolvi falar de algo que eu gosto de falar. Política.
Para mim ser político não está ligado a ter partido político. Parece ser óbvio, mas muitas vezes as pessoas confundem essas duas coisas.

Agora partindo para o título do meu post. Não é sobre o que eles falam. E sim sobre o que falam dele. Essa semana eu participei de uma discussão com uns amigos meus sobre onde está a verdade sobre os candidatos. Uma frase que sempre é sacada: “Os políticos do Brasil são tudo a mesma porcaria. Só sabe roubar!”. Mas é assim mesmo?

É lógico que não. Mas se formos defender alguém, é bem possível que façamos a defesa de alguém que nós achamos boa e não necessariamente ela é um bom político.

Começo falando pelo Crivella. Qual é a maior acusação contra ele? Vamos ser honestos. A primeira acusação que fazem a ele é dele pertencer a Igreja Universal. Já olham torto para ele, por ele ser evangélico. Ele é evangélico, e daí? Qual é o problema de um político ser evangélico? Alguns já disseram que ele iria demolir o Cristo Redentor e/ou iria transformar o Maracanão numa grande Igreja…sério mesmo? Vocês conseguem conceber essa idéia? Vocês conseguem imaginar uma pessoa detonar dois pontos turísticos do estado, só por ele ser evangélico? Espero que não. Gritará outro ao fundo: Ele é contro o aborto e o casamento homossexual. E aí eu vou dar uma resposta que ele deu numa entrevista: “Eu tenho o meu ponto de vista e não vou impó-lo a ninguém. Mas também não acho justo que me critiquem por tê-las.” Se não foram essas palavras, foi isso que ele quis dizer. Só são evangélicos que são contra o aborto? Só os católicos são contra o casamento homssexual? De novo, não. É injusto ficar na “picuinha” e falando inverdades só porque não gosta da igreja a qual ele pertence. É diferente de falar que ele é um senador omisso. Aí eu concordo nas frase. Afinal, ele é um dos senadores que tiveram o menor número de presença na Casa Alta.

E o Gabeira? O que já ouvimos do Gabeira? “Ele é um veado maconheiro”. Vamos lá de novo. Ele a algum tempo falou que fumava maconha por lazer. Ok. Errado. Nada para discutir. Mas quanto ao viado? Quem tem a prova. Ele tem esposa e filhas. Irão responder que isso não quer dizer nada, mas onde é que está a prova contrária? É o jeito dele? Pode ser. Mas, isso não deveria ser motivo para desconsiderá-lo. Podem argumentar que ele apoia a legalização da maconha e aprova o aborto…E aí onde nós caímos? Não gostamos de um por apoiar e não gostamos do outro por não apoiar. Difícil hein?

E o Paes? “Esse aí é mauricinho.” Cara se a pessoa é boa admnistradora, não importa a origem ou o jeito que ela se veste. Ela deve cumprir o seu papel. Ok, ele conseguiu entregar as obras do Pan na data e foi um bom Secretário de Esportes e Lazer, tanto é que essa é uma das argumentações dele no seu programa político. Agora se criticarem ele por ter trocado 6 vezes de partido é outra coisa. Afinal de contas, eu acho difícil se manter fiel a princípios mudando tantas vezes de partido.

Esse post vai ter uma continuação, assim que os outros escritores deixarem. Já aviso aos demais que o quarto capítulo ainda vai demorar, pois estamos cheio de posts antes do pobre coitado. Mas ele existe.

OBS: Sim, eu sei. Eu não queria ser tendencioso, mas acabei sendo…meio difícil falar de político de forma TOTALMENTE neutra.

Anúncios

Responses

  1. Achei que você falou absurdos ai cara… isso de “explodir o cristo” etc, eu moro no Rio tb e nunca ouvi isso não. O problema do Crivella são duas palavras que formam uma expressão muito querida por mim: “estado laico”. Não pode-se misturar CRENÇA e POLITICAGEM. Isso é no MÍNIMO anti-ético. Só porque eu creio em determinada religião isso não garante (como todos os membros da bancada religiosa fazem parecer)(Tb tem os “deputados-de-santo” da vida e eteceteras, não se enganem) que o sujeito será um bom “profissional político” (putamerda que expressão escrota)

    Afinal, como bom católico, você sabe o que foi inquisição e nem por isso mistura as coisas =D

    Do Gabeira só tenho uma observação (E olha que se votasse no Rio votaria nele. Aquilo de “campanha limpa”, embora sirva pra mascarar a falta de dinheiro de campanha, me cativou =D): Gabeira é FALSO. Tá, falso não, mas mascaradaço para ganhar essas eleições, afinal, ele tá segurando LEGAL a onda na veadagem e no lance da maconha. Dum velho veado maconheiro pulou prum senhor respeitável, ex-guerrilheiro exilado, PAI E MARIDO ^ ^
    Aparências enganam (e homem que é homem não usa tanguinha de crochê. A época NUNCA foi desculpa huahauah)

    Eduardo Paes? Um bosta qualquer ai que provavelmente vai ganhar. Ele é insosso de propósito, ou alguém já viu o marionete ser MAIS interessante que o Titereiro?

    “TAN-TAN-TAAAAAAAN”
    – Dramatic Chipmunk sobre comentário acima

  2. Você realmente gosta de duvidar de tudo.
    Quanto ao negócio que eu falei do Crivella, eu escrevi o que eu já ouvi. Não necessariamente você também ouviu, mas não quer dizer que não se tenha falado. Se eu acho que ele iria fazer isso, acho que está bem claro no post.
    Quanto ao Gabeira…sua opinião…DISCORDO, mas DISCORDO com muita vontade do que você falou. (tá bom, o negócio da tanguinha é meio complicado de se defender mesmo)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: