Publicado por: - TCZ - | terça-feira, 3 fevereiro 2009

Stay Heavy – Começando do começo

Bem pensei em diversas formas de começar essa nova série, muitas mesmo.

Depois de pensar em tantas, cheguei a uma que me pareceu a ideal: fazer um início cronológico, partindo das bandas que originaram o estilo e abordar junto com isso o surgimento e o desinvolvimento de cada instrumento necessário ao metal e dos acessórios (à saber: Guitarra, Vocal, Baixo, Bateria e Teclado, sendo este último um tanto quanto controverso…) mas pensei que isso podia ser muito didático e esse não é o objetivo visto que eu não sou formado em música nem em história nem em nada do tipo, sou apenas um fã que tem um blog e não anda com muitas idéias mais interessantes que esta :D

Assim, decidi por manter esse aspecto cronológico (na verdade ia escrever nesse post que ia fazer de forma descontínua, mas pensando ao escrever o parágrafo anterior calhei de mudar de idéia =D) mas sem muito didatismo, com muito chutômetro, achismo e saltos no tempo quando eu decidir que precisa \o  A “coluna”(?) deve sair de forma esporádica, mas pretendo escrever uma por semana NO MÍNIMO. E claro, tentarei fazer de forma progressiva, com teclados e tempos quebrados – brincadeira =P (um dia vou tentar também explicar qual a graça disso) De forma progressiva quer dizer, seguindo uma ordenação lógica que facilite o leitor à ir conhecendo as coisas que eu indico. Bem, mas saibam que me sinto livre de, da mesma forma que faço saltos cronológicos, fazer saltos lógicos também para, por exemplo, voltar a um tópico mais anterior ou adiantar um futuro quando me convier (como a piadinha besta ali em cima)

Bem, acho que no que diz respeito à organização isso foi tudo. Agora vamos ao metal =D

Em primeiro lugar, depois de pensar um pouco em como iniciar isso tudo, decidi explicar o básico do básico pros leitores, o que pode parecer uma pergunta bem boba, mas na verdade não é, depois explico porque também. Alguém ai pode dizer exatamente o que é uma banda de metal? E mais, alguém sabe dizer porque uma banda de metal não sria uma banda de rock e vice-versa? (ou se rock e metal são coisas diferentes mesmo?) Eu acho esse um excelente ponto de partida onde a visão de um simples fã pode ser interessante para entender um pouco de como isso funciona DENTRO da cabeça dum ouvinte.

Quadno a gente olha pra trás e identifica a história do heavy metal, acaba vendo (c0mo falarei em outros posts) que o Heavy Metal saiu do rock, que saiu do blues, que saiu de alguém muito triste. Ai, podemos pensar, e com razão, que saindo do rock o Metal precisou adiquirir alguma coisa pra se diferenciar, pra ficar tão outra coisa a ponto de receber outro nome e ficar “independente” do rock. Bem, o nome do estilo dá uma dica do que afinal foi isso – “Heavy Metal”, Metal Pesado. O peso do som dos instrumentos, dos arranjos e melodias foram o que veio de novo e foi o que deu ao Metal a sua face característica. Quando falamos de Metal, o senso comum pensa logo no “metalpauleira”, e não estão errados de certa forma não, pois embora o estilo seja bem mais que um amplificador do tamanho duma parede mais uma distorção capaz de derreter a mesma, se não tiver um pouco de peso, o som da banda pode acabar ficando descaracterizado e as pessoas vão se perguntar “Isso é mesmo Metal???” Diversas bandas sofrem desse problema.

Para exemplificar, separei dois vídeos pra vocês verem a diferença. Um de rock e outro de metal, ambos de um momento incial de seus estilos embora de épocas diferentes (décadas de 60 e 70 respectivamente).

Primeiro um exemplar legítimo daquilo que nos acostumamos a chamar de rock (embora eu particularmente ODEIE a banda em questão), pelos caras que não foram os primeiros, mas marcaram o estilo e o mercado de tal forma que não tem como falar de rock’n’roll sem falar deles – The Beatles

óbvio que temos que lembrar que os Beatles mudaram MUITO, sobretudo quando chega a década de setenta, mas como exemplo do que é rock serve muito bem: melodia simples, tempos bem marcados, vocal mais calmo e uma música “feliz” por assim dizer. E os backing vocals deixa tudo com mais cara de Beach Boys ainda =D

Agora um vídeo da primeira banda de metal (embora alguns afirmem que é o Led Zeppelin, eu digo que para mim a primeira é esta) Uma banda que ainda influencia muito a cena do Metal mundial e que é citada por onze entre dez músicos do metal como referência obrigatória para qualquer headbanger que se preze: Black Sabbath!

Notem como os Riffs (os acordes de guitarra que se repetem) são mais pesados e a temática mesmo é mais pesada. O tema da música é mais sombrio e o instrumental é mais frenético, com solos e uma bateria mais presente, não só para marcar tempo mas com uma agressividade própria. Ambas as bandas são o básico do estilo que representam, então podemos por elas ter uma idéia das diferenças principais que distanciam o Metal do Rock. Quando a técnica ficou mais encorpada e complexa e a sonoridade mais pesada e agressiva, surgiu o Metal. Falando toscamente, a diferença entre o Rock e o Heavy Metal é a mesma entre uma Pedra e uma barra de Metal Pesado =P Ambos podem ser duros mas há uma clara diferença entre eles.

Outra diferença FUNDAMENTAL é a temática: acompanhando o zeitgeist, o Metal surge quando o mundo passa por transformações que exigem uma postura mais agressiva dos jovens ao redor do mundo. Não que o Rock não possa ser agressivo e contestador como nos mostra bandas como o The Who, mas talvez por conta da Guerra do Vietnã e das constantes modificações no mundo e no modo de vida das pessoas, a música precisou acompanhar essa transformação através do desejo emanado dos jovens. Eu pessoalmente acredito que essas modificações culturais sempre acompanham a história e que o pontapé principal para o surgimento tanto do Rock quanto do Metal foi uma mudança radical de paradigma entre os jovens, mas vamos deixar isso pra outro dia =D

Assim, essas são as duas diferenças básicas, técnicas e de temática, que distanciam o Metal do Rock, claro, pegando um viés bem superficial para caber aqui e não ficar massante. Nos próximos posts começo a desfiar pouco a pouco os elementos duma banda, explicando sua importância e até mesmo sua existência (como do Baixo, que para muitos não passa duma “guitarra muda, grande e sem graça”).

Stay Heavy.

Anúncios

Responses

  1. “Primeiro um exemplar legítimo daquilo que nos acostumamos a chamar de rock (embora eu particularmente ODEIE a banda em questão), pelos caras que não foram os primeiros, mas marcaram o estilo e o mercado de tal forma que não tem como falar de rock’n’roll sem falar deles – The Beatles”

    Esse ODEIE foi só pra polemizar… E até que a música é divertida!

    “When I was young, so much younger than today
    I never needed anybody’s help in anyway”

    ===

    Essa “War Pigs” tem em Guitar Hero? Tenho a impressão de já tê-la “tocado”, como quando escutei “Suck My Kiss” em um táxi, hahaha.

    O link do Black Sabbath tá quebrado, mas pode deixar que eu conserto.

    ===

    Bem, deu pra ter uma idéia da diferença fundamental dos estilos, mas o som das bandas que hoje me apontam como “Heavy Metal” me parece um tanto mais sujo do que o dessa música, onde a força dos instrumentos não repele.

  2. transformei meu comentário pra esse post em um post ;D

    sai dia 7

  3. @yumejin: cara, eu realmente odeio Beatles, nunca escondi isso… acho RUIM e EXTREMAMENTE supervalorizado… reconhecer importância e influência é uma coisa, mas aclamar em termos de qualidade musical, que para mim é critério amor ou ódio, é outra coisa totalmente diferente. Acho Beatles muito pobre musicalmente e odeio a banda na mesma medida que as pessoas confundem preferência pessoal e afeição pela banda com qualidade musical. Mais ou menos a mesma coisa que acontece comigo e com música nacional em geral (como o teu Chico Buarque por exemplo)

    E explicitei que ODEIO Beatles, mas, pelos mesmos motivos mais ou menos, ODEIO Ozzy Osbourne e fui obrigado do mesmo jeito a por um vídeo dum música da fase dele no BS. Se pudesse, teria posto algo do Dio que é muito melhor =D (explico mais p frente isso tb)

    E War Pigs é do Guitar Hero dois, encore da terceira fase ^ ^

    @moon: não resisti e li antes o seu post e já digo que você vai ter uma senhora resposta se não citar suas fontes e completar melhor a sua linha de raciocínio (seu professor nunca disse nada sobre o movimento Beatnik pra vocês n? =D)

  4. “Falando toscamente, a diferença entre o Rock e o Heavy Metal é a mesma entre uma Pedra e uma barra de Metal Pesado =P Ambos podem ser duros mas há uma clara diferença entre eles.”

    ADOREI isso! \,,,/

  5. […] Decepcionante Início do Heavy Metal ia escrever esse post como comentário ao post do -TCZ-, mas aí percebi que era conteúdo pra um post inteiro. então vamos […]

  6. E aí?! quando saí a próxima edição do stay heavy?!?
    Sempre entro aqui esperando ;P

    \,,,/


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: