Publicado por: yumejin | quinta-feira, 21 maio 2009

Da Lógica e do Sentido

[Sim, eu sou um vagabundo. Todo mundo sabe disso, nem sei ao certo porquê me dou ao trabalho de escrever algo assim no final de cada período de ausência.]

É difícil manter uma discussão quando as pessoas não concordam sobre o quê determinadas palavras significam. Ou, melhor dizendo, não sabem ao certo o que significa uma e o que significa outra, resultando em uma confusão desnecessária e frustrante. É como tentar falar português com um espanhol. Vai dar pra entender quase tudo, mas quase não é tudo. Na hora da verdade, zanahoría e sartén não se parecem em nada com suas contrapartes da nossa língua.

Duas palavras que geram tal problema são lógica e sentido. Embora cada uma delas possuam diversas acepções [diferente de, não sei, panela ou báculo], existe uma que gera algo que lembra sinônimos, mas na verdade seria mais conceitos relacionados. Bom exemplo é a Teoria das Supercordas.

Como disse o Leonard, o máximo que se pode falar sobre a Teoria das Supercordas é que ela tem lógica interna consistente. Ao dizer que algo tem lógica, você não está dizendo que essa coisa faz sentido e isso é extremamente relevante.

Por exemplo, o modo de pensar dos psicopatas costuma ter lógica. Eles seguem uma série de premissas que resultam, através de análise lógica, em resultados evidentes. Você pode claramente traçar relações entre pensamentos e ações e entre princípios e consequências. A partir dos próprios atos, você é capaz de encontrar, senão todas as causas, as mais relevantes.

Para que esse modo de pensar tivesse sentido, eu teria que concordar com as premissas básicas. Eu teria que pensar que elas são válidas. Portanto, vê-se claramente uma divisão fácil de se fazer: dizer que uma coisa é lógica é racional; dizer que algo faz sentido é subjetivo. O que faz sentido para mim pode não fazer sentido para um amigo meu. Por outro lado, se algo tem lógica, tem lógica independente de mim ou de você ou do padeiro da esquina. É uma característica tão intrínseca de determinado pensamento ou conjunto de idéias quanto dizer que uma caneta azul. Oras, ou ela é azul ou ela não é [não vou entrar no mérito aqui de subdivisões de cores].

Concluindo: ao entrar em uma discussão, lembre-se que lógica não é sentido. Se os argumentos do seu contestador não tiverem lógica, seu trabalho será muito mais simples do que se eles tiverem lógica, mas nenhum sentido, porque você terá que convencer os outros dessa visão.

Anúncios

Responses

  1. eu: E me abstenho de comentar o teu texto, vou deixar o Melquíades ler e se revoltar por mim =P

    E é.

  2. Eu particularmente gostei de saber que você considera uma questão assim relevante o suficiente pra pensar, e mais, pra falar sobre ela. Mas o TCZ não mentiu: de fato, pra alguém que já ouviu um pouco mais em volume & qualidade sobre o tema e passa, sem exagero, uns 50% do seu tempo matutando sobre ele (eu, por exemplo), algumas coisas são realmente revoltantes no texto. Entenda, isso não é demérito: é só que… você se meteu num buraco muito mais fundo do que pensa quando pensou sobre essa questão. Algumas coisas passaram despercebidas pra você. Os conceitos que você “definiu” e com os quais você operou no seu texto (“lógica” e “sentido”) são por demais pobres para pretender responder qualquer coisa com alguma relevância sobre isso. Eu, o detentor do troféu linguão de maior post desse blog ever, digo que não vou esclarecer pra você aqui essas razões porque seria inviável pra um comentário de blog (vindo de mim, imagine o que é isso); MAS tampouco te deixarei na mão. Vou te mandar um email pra tentar te inteirar de certas coisas básicas que fazem com que seu post soe revoltante para mim. Mas eu parabenizo seu esforço, de qualquer modo – só recomendo mais cautela da próxima vez. Sabe, o Chucky até parece ser um boneco fofinho, mas…
    Talvez eu mesmo poste algo sobre o tema depois, acho que seria legal.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: